Objetivos e perseverança

Objetivos e perseverança
Será possível realizarmos mais do que temos realizado? Poderemos ser mais felizes e saudáveis do que temos sido? Estas e outras perguntas a elas diretamente relacionadas são sempre formuladas por profissionais das mais diversas áreas de atuação, em todo o tempo e lugar.  Será que existe uma resposta, clara e objetiva para elas?  Sim, existe e é exatamente esta: “SIM, é possível!” Podemos realizar mais, podemos ser mais saudáveis, mais felizes.  Mas com

Liderança: coragem para sonhar, sentir e cuidar

Liderança: coragem para sonhar, sentir e cuidar
Os modelos de liderança clássicos já não servem mais para os desafios enfrentados no mundo atual. A liderança passou a ser exercida sob novas perspectivas. Vivemos tempos velozes. Essa velocidade está desnorteando as pessoas e, consequentemente, as organizações. As pessoas estão meio sem rumo. Assim, as organizações precisam de líderes, em seus postos de comando, para indicar o rumo a seguir. Na verdade, elas precisam muito mais do que líderes. Precisam d

Match na nova indústria

Match na nova indústria
Como a cultura das startups pode apresentar o Brasil à quarta revolução industrial. Pintou um clima em plena crise econômica e política. Os interessados admitiram sonhos em comum. O desdém de outros tempos virou um encanto inicial, que esquentou e "deu match”. O relacionamento dá pinta que deve ser sério, já que a busca por resultados é intensa. Depois de muitos olhares atravessados, indústrias do país e startups dão os primeiros passos para um futuro jun

“Nunca mandei e-mail de conduta, dei meu exemplo”, diz José Galló

“Nunca mandei e-mail de conduta, dei meu exemplo”, diz José Galló
Em entrevista, presidente da Renner conta como transformou a empresa em uma rede de US$ 6 bilhões, trajetória contada em livro lançado hoje São Paulo – No seu primeiro dia de trabalho na Renner, na época como superintendente, José Galló preferiu subir os andares da sede da companhia, na capital gaúcha, pela escada em vez de usar o elevador. O ano era 1991 e a empresa passava por dificuldades, ele havia sido contrato justamente na tentativa de elevar a con

INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS NO BRASIL CRESCEM 36% NO SEMESTRE

INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS NO BRASIL CRESCEM 36% NO SEMESTRE
De acordo com artigo da jornalista Flavia Lima, no jornal Folha de S. Paulo (30/08/17), de janeiro a julho, os investimentos estrangeiros na economia brasileira cresceram 36% em relação a igual período do ano passado. Segundo o Banco Central foram US$ 31,6 bilhões recebidos no período. Os serviços captaram 66% do total, seguidos da indústria (28%) e agronegócio (6%). A concentração de investimentos na área de serviços, segundo André Castellini, da Bain &a